Dados da Secretaria Municipal de Saúde apontam que os casos do novo Coronavírus vem crescendo no município de Lagoa Seca. Nos últimos dias foram registrados três novos casos da doença. No momento são 13 notificações de pessoas infectadas e dois óbitos. Além disso, mais 73 pessoas continuam sendo monitoradas com suspeitas de contágio da Covid-19. 

Essa interiorização da doença é um fenômeno observado em todo país, o que preocupa as autoridades dos pequenos municípios que não possuem nenhuma estrutura na rede de saúde e hospitalar para o atendimento dos casos notificados a cada dia.

Para o controle da pandemia as autoridades locais vêm tomando medidas necessárias em desfavor da pandemia. É o caso do prefeito de Lagoa Seca, Fábio Ramalho (PSDB), que nesta segunda-feira (18) assinou mais um decreto (021/2020). Pelo novo instituto legal, que já entrou em vigor, está prorrogado o isolamento social até o dia 31 de maio. 

Conforme dispõe o novo decreto, empresas comerciais, de prestação de serviços, de transporte coletivo e de alternativos que descumprirem o uso de máscaras nos seus interiores estão passíveis de multa no valor de R$ 100, por cada pessoa. O acessório é de uso obrigatório em todos os espaços públicos da cidade. Os recursos provenientes das multas aplicadas serão destinados às medidas de combate à Covid-19 no município. Fica determinado ainda que a frota de transporte intermunicipal será paralisada em todo o território municipal a partir desta quarta-feira (20).

Diante de tantas mudanças necessárias em Lagoa Seca, alguns serviços de atendimento na área da saúde seguem prestando seus serviços, como o de fisioterapia em domicílio. Continuam suspensas as atividades da Secretaria de Saúde referente à fisioterapia e educação física. O atendimento no setor de odontologia só em casos de urgência.

Para os usuários desses serviços e de outros prestados pelo poder público municipal, estão disponíveis alguns números telefônicos: (83) 3366-1436/ 3366-1990 e 9.9147-6156. 

Mortes por Covid-19 na Paraíba

Completados nesta segunda-feira (18) dois meses da confirmação do primeiro caso do novo Coronavírus na Paraíba, foram notificados até o último domingo (17), 4.347 casos da Covid-19 em vários municípios do estado, com registro de 194 mortes, dentre eles o do falecimento do ex-governador Wilson Braga (89), que morreu neste domingo (17), vítima da doença. A esposa do político paraibano, ex-deputada federal Lúcia Braga (85) também veio a óbito na última sexta-feira (8), vítima da Covid-19. O casal teve forte atuação política por mais de três décadas no estado, com muitos serviços prestados ao povo paraibano.

Da redação

Deixe seu Comentário